Stormzy sai da programação do Snowbombing após acusar os organizadores de racismo - ON STAGE LAB

Área do Aluno

Entre com seu login e senha recebido por email!


Stormzy sai da programação do Snowbombing após acusar os organizadores de racismo

O festival pede desculpas à estrela grime, que desmarcou a apresentação depois que sua equipe foi vítima de racismo pela equipe de segurança

Os organizadores do Snowbombing pediram desculpas a Stormzy depois que o cantor britânico de grime e hip hop, cancelou sua tão aguardada apresentação no festival austríaco, citando "discriminação racial".

Em comemoração ao 20º aniversário do 'Maior Espectáculo do Mundo na Neve', Stormzy deveria se apresentar ontem (11) no Palco Forest. No entanto, o Snowbombing anunciou, por meio de uma declaração online, que o rapper não iria mais se apresentar depois que ele e sua equipe estavam "insatisfeitos com a maneira pela qual uma abordagem ocorreu" após o festival ter sido alertado para a possibilidade de alguém estar supostamente armado.

"Snowbombing lamenta informar que Stormzy não vai mais se apresentar no festival esta noite", começou o comunicado. “Ontem à noite (quarta-feira 10) a segurança de Snowbombing foi alertada para a possibilidade de que um indivíduo no festival estivesse carregando uma arma. De acordo com o protocolo, um pequeno número de participantes, incluindo o manager de Stormzy, foi escoltado até a saída mais próxima, revistados e nenhuma arma foi encontrada. A direção de Stormzy estava insatisfeita com a maneira como isso aconteceu e, como resultado, Stormzy não vai mais se apresentar hoje à noite. ”

A declaração acrescentou que o Snowbombing está "profundamente entristecido" pelas pessoas que se sentiram desconfortáveis no festival, e que eles queriam "pedir sinceras desculpas" à equipe de Stormzy. "Estamos fazendo tudo o que podemos para compreender a situação toda e estamos tratando isso com a máxima seriedade para garantir que isso não aconteça novamente", concluíram.

O britânico publicou sua decisão através do story do seu Instagram, alegando que seu empresário e alguns de seus amigos foram destratados pelos seguranças, depois de revistá-los em busca de armas. "A segurança os escolheu como alvos (embora nenhum se encaixe na descrição), eles foram fisicamente agressivos quando foram apreendidos e não houve nenhum esforço por parte do festival para esclarecer e consertar o problema " , explica o artista. "Esse é o tipo de coisa que os negros têm que lidar o tempo todo e eu estou farto disso, então foda-se o festival e foda-se a minha apresentação, eu sinto muito pelas pessoas que vieram ao festival para me assistir, mas eu preciso que vocês entendam, por que é necessário lutar contra o racismo.

 Fonte: NME

Share this Post:

Reenvio de Senha

* Entre com seu email para que possamos enviar a senha recuperada!