[Legado On Stage Lab] Do erudito à produção. Do sertanejo ao rock. Conheça o músico e produtor, Kako Ruiz - ON STAGE LAB

Área do Aluno

Entre com seu login e senha recebido por email!


[Legado On Stage Lab] Do erudito à produção. Do sertanejo ao rock. Conheça o músico e produtor, Kako Ruiz

Quando começou o curso Showbusiness, o músico e produtor Kako Ruiz (37) não podia imaginar que ele transformaria sua história


Dono de um currículo extenso que começou ainda na graduação em música popular (incompleta) e erudita na Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo, o músico e produtor Kako Ruiz transita com facilidade entre os gêneros - do sertanejo ao rock - acumulando aprendizados que o tornou um profissional raro no mercado.

Do violão erudito à produção

Sua transição entre a carreira de músico erudito para os bastidores das grandes produções teve início em um problema de saúde - a raiz de suas unhas começou a apresentar um crescimento diferente e dolorido que o impediu de seguir com rigor os estudos de violão. Mas, foi neste momento onde manter a prática ficou difícil que um amigo o convidou para ser roadie de uma banda iniciante. “Era a primeira banda do Thiago Mart da banda Mar Aberto”, conta o produtor.

Foram necessários apenas dois shows como roadie para que a proposta de assumir as funções de produtor geral do projeto acontecesse. E, com isso, viesse o desejo de se profissionalizar. “Eu comecei a estudar mais e quis me especializar em gerenciamento de carreira”, relembra.

A startup que teoricamente deu certo

Após essa experiência, aos 24 anos Kako decidiu abrir sua própria empresa focada no gerenciamento de carreiras artísticas. O projeto durante algum tempo foi um sucesso, com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador.

Com a empresa crescendo, não demorou para que aparecesse um investidor interessado no negócio. “A sorte virou azar. Nossa parceria profissionalizou a empresa, mas num momento onde ela ainda não estava preparada A empresa começou a ir muito mal, porque o planejamento estava errado”, explica.

A tentativa de salvar o negócio que mudou a sua vida

Na tentativa de incluir seu sócio-investidor no contexto do entretenimento ao vivo e ajudar a salvar a empresa. Kako seguiu a indicação de alguns amigos e junto ao seu sócio integrou à primeira turma do curso Showbusiness - um panorama do entretenimento ao vivo no ano de 2013 (ainda na Escola São Paulo).

“O curso foi um divisor de águas na minha carreira”, relembra Kako, contando que durante o curso, após uma produção frustrada seu sócio decidiu abandonar a empresa (e todas as dívidas dela) e sair do país. “Eu fiquei perdido, mas alguma coisa me disse para continuar o curso”, diz.

Na aula seguinte, mesmo desanimado com o caos na sua vida de empresário, Kako foi ao curso onde teria - além da aula normal - uma palestra com o então gerente comercial da XYZ Live, com quem já havia trabalhado muito anos antes.

A aula rendeu uma retomada de contato que o levou para a equipe da dupla Carlos e Jader, onde fez história realizando 100% da produção do DVD dos artistas gravado em Santa Cruz do Sul.

 

Da produção ao booking

Em outubro de 2013, foi chamado pelos empresários Wilson Anastácio e Guga Pereira para assumir o comercial da dupla Chitãozinho e Xororó na empresa Live Talentos. “Trabalhei com vários nomes do sertanejo, foi um mercado que praticamente me formou. Quando assumi o Edson e Hudson na Live foi onde eu mais aprendi”, relembra.

Chitãozinho e Xororó, Edson e Hudson, Maria Cecília e Rodolfo, Sandami, MC Guimê, Circulador de Fulô, Falamansa… A lista de grandes nomes não tem fim e inclui o planejamento e produção executiva do projeto ‘Tamo aí na Atividade - Celebração ao Charlie Brown Jr’, onde Kako atuou até outubro de 2019.

Volta às origens

Depois de tanto experimentar, aprender e ensinar no mercado, Kako Ruiz uniu-se ao radialista Paul Martins (Kiss FM) para uma espécie de volta às origens. Um projeto que remonta ao sonho de ajudar artistas iniciantes a construir uma carreira, porém com a maturidade de quem já viveu todas as facetas do mercado.

E vem coisa boa por aí! Os projetos da dupla são ambiciosos e prometem movimentar a cena do rock no Brasil inteiro, profissionalizando bandas e resgatando o valor perdido do gênero musical. “Hoje o rock virou ‘coisa de tiozão’. É preciso reconectar o conceito artístico do rock ao mercado para gerar valor”, explica.

 

 


[Legado On Stage Lab]

'Legado On Stage Lab' é uma série de conteúdos contando a história de quem já passou pelas nossas salas de aula. Detalhes da carreira, histórias memoráveis e, claro, o impacto que o curso teve na sua vida profissional. Acompanhe todas as histórias aqui.

Compartilhe este post:

Reenvio de Senha

* Entre com seu email para que possamos enviar a senha recuperada!